Lives Gastronômicas apresentam dicas de preparo que realçam o sabor e a suculência da carne suína

Com o objetivo de apresentar a importância da carne suína na alimentação, ressignificar alguns conceitos sobre a proteína e tirar dúvidas dos participantes, a DFSuin em parceria com a ABCS promoveu este ano, duas lives gastronômicas transmitidas pelo instagram nos dias 01/10 e 10/12. Na ocasião, o chef de cozinha André Rabelo apresentou a versatilidade da proteína através de receitas práticas que se encaixam no dia a dia, como a Bisteca grelhada na redução de laranja com alecrim, shitake salteado com legumes e especiarias.

Na segunda live, a abordagem foi sobre “receitas natalinas”. Como tradição nas ceias de fim de ano, a carne suína é ingrediente indispensável para trazer mais sabor no Natal e Ano Novo. Pensando nisso, o chef Rabelo mostrou como preparar um Lombo recheado com banana da terra, bacon, ervas aromáticas ao molho de laranja e acerola. Ficou com água na boca? As receitas estão no site: www.suinobrasilia.com.br

A ação contou ainda, com o apoio de divulgação dos co-realizadores:  Upis, UnB , IFB, Abraves-GO e FAPE/SENAR-DF.  Não conseguiu assistir no dia? O evento está disponível no formato de vídeo em nosso instagram: @dfsuin.sindisuinos

Fonte: Ascom DFSuin

 

Ação Solidária beneficia 20 entidades cadastradas no Banco de Alimentos Ceasa

Associados da Associação e Sindicato de Criadores de Suínos do Distrito Federal (DFSuin/Sindisuinos), se organizaram pela segunda vez este ano para a doação de cortes suínos. A entrega de 1 tonelada de carne suína ocorreu no dia 9 de dezembro, na sede do Banco de Alimentos na Ceasa-DF, e contou com a presença do presidente da entidade, Sebastião Márcio e do presidente da DFSuin, Josemar Medeiros.

O objetivo da ação é ajudar alguns abrigos e famílias cadastradas no Programa, que se encontram em vulnerabilidade alimentar. Nesta edição, os voluntários foram os produtores, Alexandre Cenci, Rodrigo Batista e a Agroindústria Suinoaves, responsável pelo processamento, embalagem e logística do produto.

Segundo o gestor executivo da DFSuin, Douglas Rocha, a ação social está unindo forças para continuar pelos próximos anos. “Essa ação tem um papel social muito importante para o nosso setor e agora faz parte da agenda de trabalho, a expectativa é que a Associação consiga mobilizar iniciativas assim, pelo menos uma vez por ano”, disse.

Para o vice-presidente da DFSuin, Alexandre Cenci, a iniciativa é muito positiva para a suinocultura do DF. “A ação voluntária reforça nosso relacionamento com instituições parceiras e com a comunidade, além de valorizar a carne suína junto ao consumidor”.

O presidente da DFSuin ressaltou sobre a importância do setor poder exercer seu papel social. “É tempo de se aproximar das pessoas mais necessitadas e poder oferecer nossa solidariedade. Esperamos que esse simples gesto sirva de exemplo para outros produtores rurais e empresários que também podem ajudar os que precisam”, destaca

Sebastião Márcio agradeceu a doação de carne suína e parabenizou a atitude dos associados. “O ápice de uma gestão é quando se tem consciência do seu papel social, e a DFSuin/Sindisuínos nos dá esse exemplo pela segunda vez, proporcionando um natal farto e mais alegre para muitas famílias em situação de vulnerabilidade alimentar e social, só tenho a agradecer por essa doação tão importante”, expressou.

Fonte: Ascom DFSuin

 

DFSuin realiza Webinar sobre Adequações nas granjas de suínos para atender o bem-estar animal

O primeiro webinar realizado pela DFSuin/Sindisuinos em parceria com a Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS), ocorreu na última quinta-feira (05/11). Com o tema: “Adequação de manejo e instalações para atender o BEA na Suinocultura”, o encontro contou com o acesso de 30 participantes, entre eles, gerentes e colaboradores das granjas, também estudantes de medicina veterinária e zootecnia.

Na palestra, o médico veterinário Iuri Machado, explicou que a garantia do bem-estar dos suínos está relacionada com a ambiência, com uma boa saúde e alimentação e uma boa funcionalidade das instalações. A abordagem destacou ainda, os seguintes itens: Até que ponto a legislação é um fator importante para a suinocultura no Brasil?  O quanto o mercado consumidor tem se movimentado nesse sentido?  E o quanto o BEA pode trazer de benefícios para o setor em produtividade e sustentabilidade?

Segundo o veterinário, ainda não existe no Brasil uma legislação específica para o bem-estar animal. “Inclusive a ABCS tem cobrado essa normativa junto ao MAPA, visando trazer segurança jurídica ao produtor brasileiro”.  Enquanto isso, a suinocultura nacional tem utilizado como referência a legislação europeia para atender os pré-requisitos dessa tendência mundial. Iuri ressalta que a gestação coletiva foi o assunto mais polêmico desde 2011, quando iniciou o debate de BEA no Brasil.

De acordo com Iuri, as maiores agroindústrias de proteína animal do país, assumiram publicamente o compromisso de atender os critérios de bem-estar. Atualmente, as equipes de produção das granjas, dos transportadores e dos abatedouros são constantemente capacitadas para proporcionar o máximo de conforto para eliminar o sofrimento dos animais durante todas as fases da granja até o abate. “Existe uma pressão grande no mercado consumidor manifestada por meio de ONGs, que são mais rigorosas até mesmo do que a legislação europeia, a qual nos espelhamos”, disse o palestrante.

No encerramento, foi apresentado sugestões de manejo e instalações para as granjas conceberem um projeto de adaptação pensando no bem-estar dos suínos, garantindo que os animais alcancem os indicadores técnicos, sem sofrimento.

Fonte: Ascom DFSUIN

 

DFSuin e Sindisuínos participam do Papo de Especialista na Expoabra Digital

A convite da Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (FAPE-DF), a Associação e o Sindicato de Criadores de Suínos do Distrito Federal (DFSUIN e Sindisuinos) participaram na última sexta (06/11), do painel “Papo de Especialista” no evento Expoabra Digital, transmitido ao vivo do Parque de Exposições Granja do Torto em Brasília (DF). Com o tema “Panorama da Suinocultura do Distrito Federal”, o bate-papo virtual foi conduzido pelos empreendedores e especialistas do setor, Josemar Medeiros e Ivo Jacó de Souza, ambos com extrema experiência profissional na área e reconhecidos por desenvolverem um importante trabalho estratégico junto à toda cadeia produtiva.

Na oportunidade, o gestor executivo da DFSuin, Douglas Rocha, apresentou as ações da entidade que são desenvolvidas em parceria com a ABCS, a favor do crescimento e da sustentabilidade da suinocultura da região. Em seguida, o presidente da Associação e suinocultor, Josemar Medeiros, apresentou o Panorama da Produção de Suínos do DF, destacando que o setor é pujante e organizado na localidade, com granjas que dispõem de tecnologia avançada, legalizadas ambientalmente e orientadas para lidar com os animais dentro dos padrões de respeito ao bem-estar animal, desde a criação até o abate. As propriedades associadas correspondem a aproximadamente 95% da produção local e abastecem cerca de 80% do consumo de carne suína no DF. Os 23 associados (17 produtores e seis frigoríficos) geram emprego direto e renda para mais de 900 pessoas.

A suinocultura do DF conta também com uma bolsa de suínos, que reúne todas as sextas à tarde, produtores e frigoríficos associados para definir preços de venda semanal com base no comportamento do mercado. Este ano, o preço do kg/suíno vivo no DF chegou à R$ 9,20, a maior cotação de sua história.

De acordo com o Josemar, o cenário é positivo para o mercado brasileiro de suínos, entretanto, o grande desafio do produtor são os custos de produção. Como os grãos, milho e soja são os principais insumos utilizados na alimentação dos suínos, o custo de produção foi pressionado significativamente. Segundo o setor de suínos e aves da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), os custos subiram 8,6%. “Mesmo que as margens de lucro sejam apertadas, com as exportações elevadas e os contínuos aumentos de preços, o setor tem sido influenciado positivamente em 2020”, concluiu.

Por fim, o presidente do Sindisuínos, Ivo Jacó de Souza, também empresário do Frigorífico Sabugy Alimentos, expôs o ponto de vista da agroindústria de carne suína, comentando o cenário atual no DF, de mercado e comercialização neste período de pandemia.

Fonte: Ascom DFSUIN

ABCS lança Manual on-line sobre Doenças Virais de Importância na Produção de Suínos

Nesta semana, a ABCS lançou um material online sobre Doenças Virais de Importância na Produção de Suínos, a elaboração deste material contou com a dedicação da Médica Veterinária, Dra. Masaio Mizuno Ishizuka e com a coautoria de profissionais com especificidade e competência na área.

O conteúdo é técnico e visa auxiliar os profissionais do setor com informações qualificadas e atualizadas sobre as principais doenças que atingem a cadeia, além de trazer ações que diminuem os riscos da entrada dessas enfermidades no Brasil.

Dividido em nove capítulos que vão desde a Epidemiologia Aplicada à Suinocultura, Peste Suína Africana, Peste Suína Clássica, Febre Aftosa em Suínos, Senecavírus A, Gastroenterite Transmissível dos Suínos, Doença Vesicular dos Suínos, Síndrome Respiratória e Reprodutiva dos Suínos e a Prevenção e Controle de Roedores na Suinocultura,  o Manual é didático e conta com diversas ilustrações e mapas atualizados.

O Manual já está disponível para download no site da ABCS www.abcs.org.br e também através do link http://abcs.org.br/wp-content/uploads/2020/10/book-apostila-141020-compactado.pdf .

Fonte: ABCS

Saudabilidade da Carne Suína é tema de Live para o curso de Nutrição – UniCEUB

A carne suína é uma proteína muito utilizada na gastronomia do mundo inteiro, mas aqui no Brasil, por questões de preconceitos ou ideologias, alguns profissionais na área da saúde, hesita em indicar essa proteína na dieta dos brasileiros. Pensando nisso, a DFSuin/Sindisuínos com o apoio da ABCS mantém uma parceria com a Instituição de Ensino Superior UniCEUB para levar todos os anos, principalmente às turmas de Nutrição e Gastronomia, palestras de saudabilidade e oficina gastronômica da carne suína.

Dentro da realidade do “novo normal”, foram realizadas ontem (27) e hoje (28/08), duas palestras nutricionais on-line voltadas para a saudabilidade da carne suína. No encontro, 60 alunos participantes puderam saber mais sobre as vantagens nutricionais da proteína nas diferentes fases da vida, e esclarecer dúvidas sobre seus mitos, para que futuramente possam indicar com segurança a carne suína na alimentação de seus pacientes.

A palestrante Thaliane Dias, explicou de forma dinâmica, como a suinocultura nacional trabalha hoje, dentro dos padrões de biosseguridade, bem-estar animal, preservação ambiental, manejo adequado de dejetos (biodigestores) e com segurança alimentar. “É importante entender todo o processo de produção do suíno para se alcançar uma proteína de procedência, com selo de qualidade. Afinal, foram 60 anos de cruzamento genético para a evolução do suíno tipo banha, hoje, sabemos que ele é muito mais carne”, destacou a nutricionista.

Thaliane ressaltou ainda, sobre os benefícios da carne suína para a saúde humana, sua aplicabilidade nas dietas e sobre os seus mitos. A carne suína não prejudica a cicatrização pós cirúrgica ou da tatuagem, por exemplo. “O que temos que evitar nesses casos, são alimentos com muita gordura. Cortes como o lombo, bisteca, alcatra e filé mignon são considerados magros e podem ser indicados para vários perfis de pacientes”.

Segundo a palestrante, a carne suína também não faz parte do grupo dos alimentos mais alergênicos, “os laticínios são os que estão no topo dessa categoria”, frisou.

Para a docente, Andrea Almeida, agregar informações do agronegócio na formação acadêmica dos universitários é muito válido. “Gosto demais da carne suína e de incentivar o consumo dela, por isso busco sempre trazer essa temática para os meus alunos”, comentou.

Aluna do 7º semestre do curso, Júlia Leite, destaca que a palestra foi riquíssima em informações, que até então, eram desconhecidas pela maioria dos participantes. “Acredito que todos os alunos de Nutrição deveriam ter a oportunidade de assistir essa palestra, pois muitos tabus em relação a carne suína foram quebrados e vários benefícios foram apresentados. Posso falar que eu já gostava da carne suína, mas agora eu virei fã”, expressou.

 

Fonte: Ascom DFSuin

DFSuin apresenta plano de trabalho para o segundo semestre

A Diretoria DFSuin reuniu-se na última terça (23), para debater o plano de trabalho desenvolvido em parceria com a Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS), e aprovar a renovação de contrato com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (FNDS). A proposta de trabalho foi apresentada pelo gestor executivo, Douglas Rocha, por meio da plataforma online – Zoom.

Douglas explicou que foi elaborado um plano abrangente para atender todos os elos da cadeia de suinocultura, que possa também suprir as necessidades de mudança que o período atual nos oferece. Dentre as ações, serão realizadas três séries de webinars, a primeira iniciou em junho e debate temas relacionados à agroindústria e o mercado global em tempos de Pandemia. A segunda série será direcionada às granjas de suínos com temas relacionados ao manejo e ao bem-estar animal. E a terceira série irá abordar temas técnicos de sanidade. Além das webinars que continuam até em outubro/2020, serão realizados neste semestre: Curso de cortes suínos para o varejo; Webinar em formato de “PCT” para granjas associadas e uma Live de Gastronomia que irá mostrar ao consumidor final as diversas opções de cortes e preparo com a carne suína.

No intuito de potencializar o marketing da carne suína nas redes sociais, a ABCS tem lançado todo mês, campanhas temáticas muito atrativas com conceitos de alimentação saudável aliada ao sabor e a versatilidade da carne suína. Esse material rico em imagens e informações está disponível e pode ser utilizado pelos associados da DFSuin, com inserção das logomarcas de cada agroindústria.

Para o vice-presidente da Associação, Alexandre Cenci, as ações vinculadas ao varejo são muito importantes na formação de opinião junto ao consumidor. “O material é de   extrema qualidade e se desdobra em várias ações ligadas à saúde humana, à comercialização e também ao público acadêmico. Então, mais uma vez, a DFSuin e a ABCS estão de parabéns pelas ações junto à cadeia produtiva”.

O presidente da DFSuin, Josemar Medeiros, ressalta ainda, que a entidade tem sido parceira de primeira hora da ABCS na implementação do Plano de Trabalho – FNDS, e que as ações este ano são focadas principalmente, na promoção e marketing institucional da carne suína. “Essas ações beneficiam igualmente todos os elos da cadeia, particularmente o produtor, que com isso abre mais mercado para os seus animais, e os frigoríficos, que processam a carne suína e distribuem junto às redes de varejo. Com isso, esperamos fortalecer cada vez mais a carne suína junto ao consumidor doméstico e desejamos muito sucesso no nosso plano de trabalho”!

Fonte: Ascom DFSuin

Central de Compras viabiliza compra de insumos para a Suinocultura

A Central de Compras da Associação e Sindicato de Criadores de Suínos do Distrito Federal (DFSuin e Sindisuínos) realizou este mês, a terceira compra coletiva, com o maior volume de insumos, desde sua reconstituição, em novembro do ano passado. O serviço é oferecido a todos os associados da entidade, mas atualmente, conta com a participação de cinco produtores e de várias empresas amigas, fornecedoras de medicamentos e nutrientes para a formulação de ração suína.

Coordenada pelo gestor executivo da DFSuin, Douglas Rocha, a Central segue atuante, realizando reuniões online com frequência e cotações mensais. “Com o engajamento e cooperativismo entre produtores e vendedores, torna-se viável juntar um pedido maior para conseguir melhores descontos, assim todos saem ganhando”, diz o gestor.

Douglas ressalta que a Associação administra o grupo, mas não realiza compras, os produtos solicitados são faturados individualmente.  Ele explica ainda, que a dinâmica da Central de Compras é dividida em três etapas: A primeira etapa é a coleta de dados (volume de insumos demandado por cada granja), em seguida, é solicitado a cotação dos produtos com todas as empresas parceiras. Depois, os responsáveis pelas compras de cada granja analisam os orçamentos, “nem sempre o menor preço ganha, há critérios técnicos que influenciam a tomada de decisão por parte dos compradores”. Por fim, a última etapa é a compra conjunta com as empresas ganhadoras.

“Estamos nos aprimorando cada vez mais para atender as necessidades dos nossos associados, a expectativa é avançarmos possibilitando a entrada de outros produtos para aumentar o mix que está sendo ofertado”, conclui Douglas.

Fonte: Ascom DFSuin

2º webinar da série “Desafios para o enfrentamento da COVID-19” será nesta segunda -15/06

Programe-se e participe do segundo webinar da série “Desafios para o enfrentamento da COVID-19”, com o convidado Marcos Jank, professor de agronegócio do Insper e especialista em comércio internacional, que trará uma visão global do mercado e seus desafios nos tempos atuais com foco em saúde única, zoonoses e segurança do alimento.

Organizado pela Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS), o  webinar  também trará um painel de debate com representantes de frigoríficos que falarão sobre os desafios da agroindústrias brasileiras para o enfrentamento do novo coronavírus.

Será uma oportunidade para toda a cadeia da suinocultura de se atualizar de temas tão importantes e atuais! Inscrição no link: https://bit.ly/webinar-ABCS2

 

 

DFSuin participa de capacitação sobre os cuidados para enfrentar a Covid 19

A Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) realizou na tarde de terça-feira (09/06), um treinamento direcionado a colaboradores e a todas as associações afiliadas, além de consultores responsáveis pelos treinamentos junto a parceiros e consumidores com focos em nutrição, gastronomia e cortes.

Segundo a ABCS, a capacitação teve o objetivo de atualizar os participantes com informações qualificadas sobre a Covid 19 e os cuidados para evitar o contágio e disseminação da doença, e também garantir um espaço para sanar as principais dúvidas da equipe de trabalho.

O médico veterinário e consultor da ABCS, Iuri Machado, conduziu a apresentação explicando sobre o surgimento da doença, as mudanças de hábitos como requisitos no ambiente de trabalho e em casa, reforçando a importância do uso de máscara, do distanciamento, higienização das mãos, que segundo ele fazem parte de “uma educação contínua e diária”.

Iuri ainda chamou atenção para a mudança na percepção dos consumidores sobre o alimento, destacando uma maior preocupação com a saudabilidade dos produtos, boas práticas na alimentação, maior consumo de carne in natura e mais atenção com a imunidade. O especialista destacou os materiais produzidos pela ABCS para informar sobre práticas de melhoria da imunidade e ressaltou que a segurança alimentar é um compromisso da cadeia de alimentos, que foi considerada como atividade essencial e que já conta com procedimentos de controle de qualidade e excelência, cuidados com a higiene dos materiais, dos colaboradores e das instalações.

Fonte: DFSuin com informações da ABCS